Daniel Gabarra, Associação Brasileira de Brainspotting, Brazil

O objetivo será apresentar o modelo de Hierarquia da Programação Neurolinguística (PNL) como condutor do processo de orientação de pais e cuidadores para facilitar e direcionar a identificação de necessidades de processamento em Brainspotting, com foco na melhora do lidar com a criança ou adolescente. A primeira etapa desenvolve a psicoeducação dos pais no processo terapêutico do filho(a). A segunda etapa é o treinamento desses pais como co-terapeutas a partir da avaliação sócio relacional familiar orientada pela modelagem de hierarquia da PNL. A terceira etapa é quando identificamos e reprocessamos traumas e ativações dos pais que os impedem ou dificultam o alinhamento familiar. Até então o foco da intervenção é com os pais e/ou cuidadores, objetivando uma estabilidade sistêmico-familiar mais favorável ao desenvolvimento da criança. Na quarta etapa são então reavaliadas as queixas iniciais e é verificada a necessidade de intervenção com a criança/adolescente. O poder de reorganização sistêmico-familiar dos pais é maior do que o do(a)s filho(a)s. O processo de psicoeducação então é fundamental para que os pais se engajem efetivamente e entendam o quanto eles como co-terapeutas podem auxiliar muito mais seus filhos no dia a dia, e a longo prazo, do que um profissional uma vez por semana.

You need to login to view the rest of the content. Please . Not a Member? Join Us